E aí um japonês veio ficar aqui em casa

Imagem

Só tive que censurar as tetinhas do meu irmão

Será que vocês sentiram falta do Quengaral? Alguém pelo menos se lembrava dele? Não? Tudo bem.

Tá muito frio, então eu resolvi escrever alguma coisa aqui.

Vou contar pra vocês uma história meio velha, mas que aconteceu bem depois do longo tempo sem postagens neste blog. Um tempo atrás, eu fui pro Japão. Acho que contei algo do tipo pra vocês. Daí, um dos meus amigos simplesmente teve a ideia de vir para o Brasil e visitar todos os amiguinhos deste país tropical. Um deles sou eu. Esse menino – um simpático japonês chamaddo Satoshi Kawamorita – passou por poucas e boas no nosso país. E é das aventuras do Satoshi que nós vamos falar hoje.

Continue lendo

Pois é, galera. Tô indo…

Gente, finalmente o dia chegou!

Malas prontas, sobrou um tempinho pra eu simplesmente me despedir do blog, dos amigos que não tive tempo pra falar alguma coisa e dos leitores do Quengaral, que às vezes passam por aqui e eu não faço ideia de quem são.

Podem ter certeza que daqui a dois meses eu volto muito melhor e com experiências que provavelmente será decisivas para a minha vida daqui pra frente. Conhecer cinco países e atravessar hemisférios, viajando o mundo em 51 dias, vai ser no mínimo fuderoso.

Enfim, é um até logo. Tenho certeza que vou trazer muitas coisas engraçadas pra todos, tipo um #vanuatufeelings. E vai Corinthians!