Dinâmicas idiotas de emprego…

Me chupem-me!

post abaixo me fez ter um assunto para escrever nesse feriado tão propício ao tédio: hoje o Quengaral vai fazer um perfil antropológico de um dos eventos mais nojentos da vida de qualquer desempregado – as fatídicas dinâmicas de emprego. Nessas ocasiões, dominadas pela falsidade e por um amor incondicional a empresas que nunca ouvimos falar, as pessoas falam as maiores besteiras de suas vidas só para alegrar profissionais de RH, que se acham psicólogos, mas são uns pamonhas.

Boa parte dos processos seletivos hoje são chatos exatamente por conta dessas dinâmicas filha das puta. Em vez de uma prova pela internet e uma entrevista com aquele que pode ser o seu chefe, você tem que passar por 28 tipos diferentes de dinâmicas idiotas, que sempre duram quatro horas – aproximadamente o meu período de sono todas as noites. Vamos passar por vários dos clichês dessa merda, do perfeccionismo aos candidatos que falam 17 línguas, e provar por A mais B o que todo mundo já sabe: essa porra não serve pra nada.

Continue lendo

Anúncios